site: um terreno que é seu, não é alugado

Captura de Tela 2018-01-16 às 07.46.04.png

...por muito tempo os sites foram considerados sub produtos. Com o avanço das redes sociais ele quase se extinguiu. Aos poucos, vimos o movimento de valorização crescer, por experiências dos próprios usuários, por desencanto com o excesso, por stress de mídia, pela persistência de pessoas que acreditam que o site pode ser uma ferramenta digna e confiável. Nosso trabalho nunca foi direcionado para um produto de massa, ele é criado exclusivamente, um a um, para cada cliente. Nossa atividade é SLOW,  porque respeitamos os limites e tratamos todos com qualidade, acima de tudo. Ao ler um artigo recente, percebi que uma nova fase de valorização dos sites virá muito em breve, isso vem de encontro ao que sempre esperamos, e que direciona nosso trabalho e orientação.. Publico aqui partes dessa matéria  (disponibilizamos o link da íntegra ao final) Vale a pena ler e refletir.

em 2018...

Teremos mais qualidade e menos volume de anúncios de empresas nas redes sociais (nota minha: decisão do CEO do facebook, que trará impacto em todas as demais plataformas e redes similares)
Adeque sua estratégia a isso oferecendo o que seu público realmente procura quando está por lá: histórias autênticas e interação com pessoas.
Construa no único terreno que é seu de verdade: seu site.
Seu próprio site sempre será seu principal canal de divulgação de seus produtos e serviços.

Considere os seguintes fatores:

  • As redes sociais são um terreno alugado: adianta construir um edifício inteiro em um terreno que não é seu?
    Provavelmente não. Por isso, é importante usar esse terreno que, apesar de alugado está em boa localização, para atrair as pessoas para o seu próprio terreno: seu site!
  • A importância da autenticidade: marcas precisarão ser mais autênticas do que nunca, precisarão adicionar um valor real ao seu público e produzir conteúdo com originalidade.
  • Redes sociais são para socializar: use-as para realmente se comunicar com seu público e interagir com ele!
  • Use o que aprendeu interagindo nas redes sociais para construir alicerces concretos, com base em demandas reais do seu público, em um terreno seu (como o blog dentro do seu site).
  • Mantenha seu blog atualizado! Cada vez mais ele será o primeiro ponto de contato do seu cliente com você em meio digital. Que primeira impressão você quer passar para seu futuro cliente?
     

Notas:
recebi este artigo de uma amiga, que como eu também trabalha com design e é grande defensora da dignidade dos sites como meio de credibilidade e divulgação de marca. Fabiana Pacola, uma das proprietárias do The Mix, estudio criativo e bazar.
imagem de acervo.

leia o artigo completo aqui

design, webdesignsilvia ribeiro